Recipac
Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Papel e Cartão

Portugal assumiu o compromisso de alcançar as metas de reciclagem de resíduos de embalagens (RE) fixadas pela Diretiva 94/62/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 20 de dezembro, alterada pela Diretiva 2004/12/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de fevereiro, que vincula ao cumprimento até ao final de 2011 de um mínimo de valorização de 60% (em peso), do qual pelo menos 55% deverá corresponder à reciclagem material, com metas sectoriais mínimas de reciclagem: 60% para Resíduos de Embalagem (RE) de papel/cartão e vidro, de 50% para o metal, de 22,5% para o plástico e de 15% para a madeira.

No ano de 2011 o Relatório de Estado do Ambiente aponta para uma taxa de reciclagem de RE global (todos os materiais) na ordem dos 57%, tendo cumprido e ultrapassado a meta prevista para 2011 (55%).

Numa análise por fileiras verifica-se que todos os materiais apresentam uma taxa de reciclagem superior à meta imposta para 2011. Os Resíduos de Embalagem de papel e cartão alcançaram uma taxa de reciclagem de 71% em 2011, superando largamente a meta proposta (60%).