Recipac
Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Papel e Cartão

Produção de Resíduos Urbanos (RU)

O Plano Estratégico para os Resíduos Sólidos Urbanos 2007-2016 (PERSU II) estabelece como meta para 2016 valores de produção anuais de resíduos urbanos na ordem das 4,937 milhões de toneladas.

O Relatório de Estado do Ambiente do ano 2012 refere que, a produção total de resíduos urbanos (RU) em Portugal continental no ano de 2011, foi de aproximadamente 4,894 milhões de toneladas, tendo-se verificado uma diminuição de cerca de 6% em relação ao ano anterior.

A capitação anual em 2011 em Portugal foi de 487 kg/hab.ano, correspondendo a uma produção diária de RU de cerca de 1,33 kg/hab.ano. Os últimos valores disponíveis para a EU-27 indicam que a capitação média europeia em 2010 foi de 502 kg/hab.ano.

De acordo com o Decreto-Lei n.º 73/2011, de 17 de Junho, que altera e republica o Decreto-Lei n.º 178/2006, de 5 de Setembro, até 12 de Dezembro de 2013 devem ser elaborados programas de prevenção de resíduos, que devem conter as medidas e os objectivos de prevenção, existentes e previstos, bem como indicadores e valores de referência qualitativos ou quantitativos específicos adequados às medidas de prevenção que garantam o acompanhamento e a avaliação dos progressos da implementação das referidas medidas.

Segundo o Relatório de Estado do Ambiente de 2012, a deposição em aterro continua a ser o destino preferencial dado aos resíduos urbanos (RU). Em 2011, 58% dos RU produzidos em Portugal continental foram encaminhados para aterro. Os restantes RU produzidos em 2011 tiveram como destino a incineração com recuperação de energia (20%), a recolha selectiva com vista à reciclagem (14%) e a valorização orgânica – compostagem e digestão anaeróbia (9%).