Recipac
Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Papel e Cartão

Produção de Papel

papel_micro.jpg O papel possui uma estrutura porosa e é constituído basicamente por matérias fibrosas que no decorrer do processo de fabrico são sujeitas, na maioria dos casos, às operações de refinação, carga e colagem, que dão ao papel a cor e a resistência que lhe são características. As fibras da pasta de papel são na generalidade de natureza vegetal (celulósicas), mas também podem ser de origem animal, mineral ou sintética (lã, seda, etc).

Desde o séc. XIX que a principal fonte para a produção da pasta de papel são as árvores. É importante mencionar que, hoje em dia, grande parte do papel é produzido a partir de florestas geridas no âmbito de uma política de Gestão Florestal que visa o desenvolvimento sustentado e a preservação do ambiente.

Da madeira, através de vários processos, produz-se a pasta celulósica de papel. A outra possível origem de fibras de celulose é proveniente do papel/cartão recuperado. O fabrico de papel com utilização de fibras recuperadas é prática corrente na Indústria Papeleira Europeia há mais de 600 anos; contudo, foi nas últimas décadas - e graças ao desenvolvimento, por um lado, dos sistemas de recolha e, por outro lado, das técnicas de reciclagem - que o papel/cartão usado assumiu uma posição mais significativa como matéria-prima complementar às fibras virgens fornecidas pela madeira.


Na verdade, a grande maioria do papel que utilizamos no nosso dia-a-dia é já constituído por esta mistura de fibras. A utilização destas fibras, para além de ser uma medida vantajosa do ponto de vista económico, contribui para a redução da quantidade de resíduos depositados nos aterros sanitários e permite atrasar o inevitável corte de árvores. Inevitável, porque o processo de reciclagem de papel/cartão apresenta limitações técnicas: as fibras recuperadas degradam-se e desagregam-se em cada utilização, não podendo ser recicladas mais do que 4 a 6 vezes, o que implica a utilização de matérias virgens para a manutenção da produção de papel novo.

producao_maquina.jpgNalguns papéis reciclados, a incorporação de uma pequena quantidade de fibras virgens permite melhorar consideravelmente as características de superfície do papel, sobretudo no que diz respeito à aptidão à impressão e à permeabilidade do papel.


processo_fabrico.jpg

Download em formato pdf.


historia_papel.jpg

Download do formato pdf.