Recipac
Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Papel e Cartão

Entrevista - Carlos Raimundo

Veja a entrevista de Carlos Raimundo ao Ambiente Online na sequência da participação no 9º Fórum Nacional de Resíduos do passado dia 22 e 23 de abril de 2015.

Você deve instalar o adobe flash player para visualizar este conteúdo.

 

Clique na imagem abaixo para aceder ao artigo "Admirável mundo novo nas embalagens?" publicado na edição de abril de 2015 do Jornal Água & Ambiente.

Admirvel_Mundo_Novo_das_Embalagens.jpg

 

Carlos Raimundo, Presidente da Direção da RECIPAC e da INTERFILEIRAS

Carlos Raimundo, Presidente da Direção da RECIPAC e da INTERFILEIRAS

Carlos Alberto Henriques Raimundo é presidente da INTERFILEIRAS – RECIPAC (fileira do papel/cartão), PLASTVAL (fileira do plástico), CERV (fileira do vidro), FIMET (fileira do metal), EMBAR (fileira da madeira); é presidente RECIPAC – fileira do papel/cartão (AEPSA; AFCAL; ANIPC; APIGRAF; CELPA) e Membro do Conselho fiscal EMBAR - fileira da madeira. É assessor grupo EGEO, assessor da Associação Empresas Portuguesas Setor Ambiente (AEPSA), representante da AEPSA no Conselho Consultivo da ERSAR e na CAGER e ex-Presidente da Associação Nacional Recuperadores Produtos Recicláveis (ANAREPRE), associação fundida com a AEPSA.

Possui 38 anos experiência no setor dos resíduos urbanos, tendo desempenhado diversos cargos de direção nas Câmara Municipal de Loures e Oeiras e de administração dos Serviços Municipalizados de Loures e Odivelas. Integrou a Comissão Técnica da Associação Municípios para o Estudo do Sistema de Tratamento dos RSU da Região de Lisboa (AMESTRS), a qual deu origem à VALORSUL, e a Comissão Técnica da Associação Municípios para o tratamento dos RSU de Oeiras, Cascais, Sintra e Mafra (AMTRES), a qual deu origem à TRATOLIXO. Integrou em 1993/1994 o Painel de Personalidades para a elaboração do “Plano de Ação para a Educação e Formação Ambiental”. Coordenou em Portugal o projeto piloto e de referência europeu “Queijas”, apoiado pela European Recovery and Recycling Association (ERRA), para a promoção da recolha seletiva multimaterial e triagem de embalagens, que incluiu a conceção e construção da primeira estação triagem portuguesa, distinguido em 1996 com o Prémio Nacional do Ambiente. Coordenou o projeto “Compostagem no Quintal”, distinguido pela Fundação Europeia para a Melhoria das Condições de Vida e do Trabalho como um dos projetos mais inovadores na Europa. Coordenou a conceção do programa “+ VALOR” para a recolha seletiva de resíduos orgânicos nos concelhos da VALORSUL. É Autor do estudo de Viabilidade “Programa de Gestão Comunitária de RSU dos Bairros Suburbanos de Luanda”, encomendado pela CE/ACP (2001).

2015.04.29